2
Publicado 25/03/2015 por Bom Jesus de Pirapora em Palavra do Pároco
 
 

Semana Santa na Cidade da Fé Viva!

“Deixai-a em paz! Por que a incomodais? Ela praticou uma boa ação para comigo” (Mc 14,1-15,47).

 

Queridos internautas!

Paroquianos e romeiros!

Queridos irmãos e irmãs!

 

Nestes dois anos e dois meses que tenho a alegria de morar e trabalhar em nossa querida e abençoada cidade de Pirapora do Bom Jesus, tenho percebido alguns sinais muito bonitos da graça de Deus na vida das nossas famílias. Piraporanos, romeiros e visitantes tem se aproximado ainda mais do Senhor Bom Jesus, com o seu coração aberto para sentir a presença amorosa do Senhor em nossa caminhada e em nossa história. Em todos os finais de semana, jovens e crianças, homens e mulheres têm buscado no Senhor Bom Jesus a força e a inspiração para lutar nas dificuldades e vencer as batalhas que surgem ao longo do caminho.

Tenho a alegria imensa de iniciar com toda a nossa Comunidade a terceira Semana Santa, como pároco, aqui em Pirapora. Tenho a convicção de que esta Semana Santa tornará a nossa cidade e as nossas famílias ainda mais plenas na fé viva.

O que significa ter uma fé viva? Significa crer que toda tempestade uma hora passa. Significa crer que a vida vence a morte; que o amor vence o ódio. Significa acreditar que o dia de amanhã poderá ser e será melhor do que o dia de hoje. Significa acreditar que o ser humano apesar de seus limites, tem suas virtudes. Significa acreditar que a nossa cidade e a nossa família são uma grande bênção do Céu para todos nós. Ter uma fé viva significa não se encurvar diante das dificuldades, mas, reagir nas situações adversas, buscando caminhos e alternativas para a superação dos desafios. Enfim, ter uma fé viva, significa ser criativo, apaixonado, entusiasmado e determinado na busca da realização de seus sonhos e ideais.

A Semana Santa começa com a Celebração do Domingo de Ramos, onde vamos reviver a entrada de Jesus em Jerusalém, com um povo aclamando e chamando o Cristo de Rei, acenando com ramos verdes e jogando suas vestes pelo caminho por onde Jesus passava. A Semana Santa se inicia com a Liturgia, que mostra uma mulher lavando os pés de Jesus com perfume e enxugando com os seus cabelos. Jesus reconhece o gesto de humildade e carinho desta pobre e simples mulher e repreende os incomodados que se irritam com esta acolhida amorosa de Jesus aos menos favorecidos. Jesus sempre surpreende pois, Ele acolhe a todos que desejam, de coração aberto, se aproximar Dele.

Teremos no Tríduo Pascal, o coração da Semana Santa. Na quinta-feira, vamos relembrar o gesto de Jesus que lavou os pés de Seus discípulos num clima de doação total. E foi neste contexto, que Jesus instituiu o Sacerdócio e a Eucaristia, deixando uma ordem: “fazei isto em minha memória”. Depois, chegaremos na “paixão”, ou seja, sofrimento e morte de Jesus, por volta das 15h00 da sexta-feira, quando Jesus Se entrega nas mãos do Pai Eterno e diz: “tudo está consumado”. A missão de oblação está cumprida. Jesus derrama sangue e água para aspergir a terra e a humanidade gerando uma vida nova. Com os olhos fixos no Senhor Morto na Cruz passamos para a Vigília Pascal, onde no Sábado Santo, toda a Igreja, espera e aguarda a Ressurreição, que com festa e fé, vamos celebrar no Domingo de Páscoa!

É muito compreensivo que em alguns momentos da nossa vida, sejamos provados e provocados na fé. Às vezes, temos a sensação de que estamos sendo vencidos pela dor, pela enfermidade e pelo sofrimento. E é exatamente aí que devemos contemplar e celebrar o Mistério Pascal, participando da Semana Santa e, sobretudo do Tríduo Pascal. Nesta Semana, teremos a oportunidade de ver a nossa fé sendo ressuscitada e a nossa esperança sendo restaurada.

Queridos irmãos e irmãs, com toda a fé da nossa alma e do nosso coração, participemos desta grande semana, chamada de Semana das Semanas: Semana Santa! O Senhor Bom Jesus que é rico em misericórdia, realizará maravilhas em nossa vida e em nossa família!

 

Boa Semana Santa e Feliz Páscoa a todos!

 

Pe. Silvio Andrei Rodrigues

Pároco do Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus

Pirapora do Bom Jesus – SP