Pertencemos a Deus!

Queridos internautas!

Irmãos e irmãs!

Saudações a todos! Espero que vocês estejam gostando do nosso site e que o nosso site tenha conseguido ajudar você e sua família a acompanharem a vida do nosso Santuário Diocesano e Paróquia do Senhor Bom Jesus.

Estamos no Tempo da Páscoa, tempo da ressurreição, da vitória da vida sobre a morte. Tempo de querer e deseja para nós e para os outros uma vida nova. Durante todo este Tempo Pascal, formado por 50 dias, nós nos preparamos para a Solenidade de Pentecostes: o Fogo abrasador que vem até nós para realizar uma obra estupendamente nova em nossa vida.

No quarto Domingo da Páscoa, celebramos o Domingo do Bom Pastor, onde Jesus se apresenta como a Porta, por onde as ovelhas passam, entram, saem, voltam e encontram pastagem boa. Mas, também, Jesus nos adverte sobre o ladrão e o assaltante que não tem acesso à porta e não transmite segurança às ovelhas. E mais. Jesus, afirma, categoricamente, com todas as letras e palavras que: “o ladrão só vem para matar, roubar e destruir”! Confesso a vocês que esta palavra de Jesus tocou profundamente o meu coração e me deixou muito pensativo.

Em primeiro lugar, é bom identificar este ladrão e assaltante, que é o Demônio: inimigo número 1 de Deus. O Demônio é o inimigo número 1 de Deus porque se revoltou contra Deus, porque não aceitou a sua condição de criatura e quis se igualar ao Criador. Quis ser mais que o Criador.

1. O ladrão quer matar. Matar o que? Matar os nossos sonhos. Matar a nossa vontade de viver. Matar os nossos ideais.

2. O ladrão quer roubar. Roubar o que? Roubar a nossa felicidade, o nosso sorriso, o brilho dos nossos olhos, a nossa alegria.

3. O ladrão quer destruir. Destruir o que? Destruir a nossa fé, a nossa vida familiar, a nossa vida em comunidade.

O Demônio quer. Isto não significa que ele vai conseguir. Ele tem força? Tem. Mas, não tem toda a força. Pois, o Único, Todo Poderoso é Jesus, o Senhor dos exércitos, do céu e da terra.

Fiquei pensando comigo mesmo. Por que será que o Demônio tenta tanto o ser humano?! E cheguei à seguinte conclusão: o Demônio tenta tanto a nós, porque é o jeito que ele encontrou para provocar a Deus. Deus sofre pelas nossas quedas. Quando caímos, o demônio consegue provocar o coração de Deus. Pois, o ser humano é a obra prima de Deus. Deus não quer nos perder. Deus não quer desistir de nós.

Sendo assim, mais do que nunca precisamos renovar dentro do nosso coração a certeza que nós pertencemos a Deus. Nós não estamos a leilão. Nós já temos dono. E o dono é Deus. Nós pertencemos a Deus. Quanto mais tomamos consciência desta verdade, tanto mais adquirimos força e luz para continuarmos caminhando em frente com passos firmes e seguros. Seria muito bom se todos os dias conseguíssemos dizer em voz alto: EU PERTENÇO A DEUS! NÓS PERTENCEMOS A DEUS!!!

Pe. Silvio Andrei

Pároco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *