Publicado 10/10/2016 por Bom Jesus de Pirapora em Palavra do Pároco
 
 

O CAMINHO DA VITÓRIA

“Eu vim para que tenham vida…” (Jo 10,10).

Queridos internautas, irmão e irmãs!

É muito bom poder partilhar com vocês algumas idéias e reflexões que nos levam a querer viver bem e melhor, com a certeza que a nossa vida é uma bênção de Deus. Que estas poucas linhas nos ajudem a transformar as nossas batalhas em vitórias.

Queremos vencer na vida. Ao longo do caminho nos deparamos com muitas lutas e desafios. Queremos sempre superar os obstáculos. Sofremos quando somos derrotados, porém o caminho da vitória é longo, não se vence do dia para a noite. Da nossa concepção até a nossa morte, somamos derrotas e vitórias. Ninguém só ganha e ninguém só perde. A nossa história é composta por derrotas e vitórias. O ideal é quando, mesmo em meio às derrotas, decidimos percorrer o caminho da vitória!

Os tropeços, as quedas e os equívocos não podem nos desanimar e nem nos desestimular de termos sonhos e ideais. Clarice Lispector escreve que “se aprende a andar, andando”. E neste “andar, andando”, tropeçamos, caímos e até nos machucamos. Imagine se tivéssemos desistido de andar quando caímos enquanto crianças? Não podemos renunciar aos nossos sonhos, quando alguma coisa não dá certo dentro do nosso planejamento. Os planos podem e devem ser refeitos. O importante é não desistir daquilo que traçamos como objetivo a ser atingido.

Evidentemente, existem muitos caminhos que nos levam ao êxito e à vitória. Partilho três palavras “mágicas” que podem fazer toda a diferença em nossas lutas e batalhas. Para vencer na vida, é preciso ter paciência. Paciência é diferente de comodismo e não tem nada a ver com indiferença ou insegurança. Paciência é saber dar tempo ao tempo; não dar o passo maior do que as pernas. É preciso saber esperar, pois, há um tempo para cada coisa. Além de paciência, precisamos ter humildade. A humildade nos faz reconhecer que não somos donos da verdade e que nem sempre estamos certos. Ao lado da paciência e da humildade, precisamos aprender com nossos erros. As quedas podem ser as melhores lições de vida. Diz o ditado popular: “só erra quem faz”. O erro de hoje, poderá se tornar o grande acerto de amanhã. Alguém pode estar com uma indagação: “mas, não é preciso ter fé também?”. Claro! Fé em Deus, fé na vida e fé no ser humano como uma obra prima e boa, capaz de ter paciência, humildade e de aprender com os erros, percorrendo assim, o caminho que leva à vitória!

Que o Senhor Bom Jesus continue abençoando a todos nós e a nossa família!

Pe. Silvio Andrei Rodrigues

Pároco do Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus

Pirapora do Bom Jesus – SP