Publicado 21/08/2016 por Bom Jesus de Pirapora em Palavra do Pároco
 
 

NO ESPÍRITO OLÍMPICO!

“Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé”
Queridos internautas! Irmãos e irmãs. Neste mês do Senhor Bom Jesus, quando estamos tento um extensa e linda programação em nosso Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus e ao mesmo tempo, quando acontecem as olimpíadas do Rio de Janeiro, partilho algumas palavrinhas com vocês. É uma simples reflexão que vem do fundo do meu coração.

Desde criança sempre gostei de esporte, sobretudo de futebol. Talvez uma das matérias em

que eu era mais aplicado, pontual, participativo e com nota sempre boa era em Educação

Física. Lembro-me das muitas vezes em que a minha mãe, D. Nélia pedia para eu ir comprar

alguma coisa no mercado, ainda para o almoço, e eu ficava “enroscado” no campinho de

futebol que tinha no caminho e, a mistura que era para o almoço, eu entregava perto do

jantar. Ainda hoje gosto de ver e, quando posso, de jogar também.

Nestes dias de Olimpíadas, o coração acelera ainda mais. E sendo no Brasil, tudo fica mais

perto da gente. Embora não consiga ver tudo, acompanho sempre que posso, sendo pela tv,

ouvindo no rádio, lendo no jornal, na internet e também conversando com os amigos. Porém,

neste artigo de hoje, inspirado neste clima olímpico, partilho três palavrinhas que vem do

fundo do meu coração, observando o perfil do atleta.

Observando os atletas, vemos que os mesmos se tornam ícones e exemplos para todos nós,

por conta da sua garra, do seu empenho e da sua capacidade de aprender com as derrotas.

Acredito que os grandes vencedores não são somente aqueles que ganham a medalha de

ouro, de prata ou de bronze. Vencedores são todos os que lutam com garra, com

determinação. Vencedores são os que tropeçam, caem, choram, erram, perdem, mas, lutam

derramando o seu suor, sem titubear entre parar ou continuar, pois, continuam sempre.

Com os atletas olímpicos aprendemos que na vida precisamos ter garra, coragem, empenho e

determinação. Quando aprendemos com as derrotas, nos tornamos campeões e guerreiros

vitoriosos. Ganhamos mais do que o ouro. Ganhamos mais vitalidade, força, experiência e

capacidade de superação. Nesta vida, ninguém só ganha. Perdemos e ganhamos. Mas,

podemos transformar nossas derrotas em vitórias, quando tiramos delas alguma lição para a

nossa vida. Enfim, desejo que este simples texto nos ajude a viver as lágrimas e os sorrisos com

garra e empenho, aprendendo algo com as nossas derrotas. Vivamos sempre este espírito

olímpico!

Que o Senhor Bom Jesus continue abençoando a você e sua querida família!

 

Pe. Silvio Andrei Rodrigues

Pároco do Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus

Pirapora do Bom Jesus – SP