E sereis minhas testemunhas

  • E sereis minhas testemunhas

                    Neste mês de junho são muitas as festas que somos convidados a celebrar, como discípulos e missionários de Jesus Cristo. Todas elas ao seu modo, nos ajudam a entender o mistério de nossa fé e o serviço generoso que prestamos em nossas comunidades, em vista da construção do Reino de Deus.

    A Solenidade da Ascensão do Senhor aos céus, nos recorda que depois de aparecer por diversas vezes aos discípulos, após o acontecimento da sua Ressurreição, Jesus agora retorna para a casa do Pai. Este retorno não planta no coração da comunidade discipular um sentimento de tristeza ou insegurança, mas solidifica a certeza de que um dia também ressuscitaremos com Cristo, para a casa do Pai.

    O Senhor que voltou ao Pai, deixou uma promessa aos seus discípulos, o envio do Espírito Paráclito. Assim sendo, a Solenidade de Pentecostes é a celebração do início da Igreja. Sob o impulso do Espírito Santo a comunidade eclesial é exortada a continuar os passos de Jesus. Indo ao encontro de todos os povos, a fim de que todos conheçam a força transformadora do Evangelho.

    A Igreja iluminada e encorajada pelo Espírito Santo, celebra também a Solenidade da Santíssima Trindade. A nossa fé é trinitária. Acreditamos no Pai que nos criou, no Filho que nos redimiu e no Espírito que tudo transforma. É em nome da Trindade Santa, que somos batizados e é em nome dela que somos convidados, a edificar uma Igreja que seja reflexo do discipulado de Cristo.

    Um outro momento importante que viveremos neste mês, será a celebração da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo. Esta celebração nos remete a Última Ceia. Jesus tomando o pão e o vinho os abençoou e os distribuiu aos seus discípulos. Depois que todos se alimentaram ele pediu que aquele gesto fosse repetido pelos seus discípulos, em sua memória. Cada vez que celebramos a eucaristia, estamos recordando e tornando presente o dia em que Cristo se fez alimento de vida eterna para os seus discípulos. A Igreja vive e se edifica sob o alicerce da eucaristia, a qual é ponto de partida e de chegada para toda comunidade cristã.

    Na esteira das festas e solenidades deste mês, em junho recordamos também o Sagrado Coração de Jesus. O Senhor convida a todos que se encontram abatidos ou cansados, para que se aproximem dele, para que todos tenham um coração manso e humilde como o seu. Um coração capaz de amar sem medidas, terreno fértil para que a semente da Palavra do Senhor possa dar os seus frutos.

    Ainda celebramos neste mês os santos juninos: os apóstolos Pedro e Paulo, São João Batista e Santo Antônio. Todos eles servem para nós de inspiração, no seguimento e continuação da missão de Jesus Cristo.

    Celebremos com alegria este mês. Deixemo-nos inundar pelo testemunho de vida daqueles que nos precederam na fé e nos deixaram esta grande riqueza celebrativa, que nos ajuda a atualizar o mistério pascal de Cristo, em nossa vida de fé e participação na comunidade eclesial. Sejamos em tudo testemunhas do Senhor. A todos a minha bênção!

    Pe. Rodrigo José Arnoso Santos, CSSR

    Reitor e Pároco

    Santuário Diocesano do Bom Jesus de Pirapora