Caminhada Quaresmal!

“Eu estarei lá, diante de ti, no monte Horeb”

(Ex 17, 3-7).

 

Queridos irmãos e irmãs!

Queridos internautas!

 

Continuamos a nossa caminhada quaresmal rumo à Ressurreição. Nesta caminhada enfrentamos diversas dificuldades; sorrimos e choramos; nos cansamos e nos reanimamos; tivemos sombras e luzes diante dos nossos olhos!

É muito oportuno nos colocarmos dentro do contexto e das cenas bíblicas que aparecem na Liturgia deste tempo. E é mais oportuno ainda, ouvirmos a voz do Senhor que nos fala pela Liturgia da Palavra. Olhando, refletindo e rezando esta passagem tirada do Livro do Êxodo, capítulo 17, versículos de 3 a 7, quando Moisés, por ordem de Deus, tira o povo da escravidão do Egito e o conduz para a Terra Prometida, podemos destacar 3 atitudes.

1. ATITUDE DO POVO. De modo geral somos muito imediatistas. Queremos que tudo aconteça da noite para o dia. Não temos muita paciência em esperar e nem de dar tempo ao tempo. A impaciência tomou conta daquele povo que estava sendo tirado da escravidão. A impaciência levou o povo à revolta. E a revolta quase leva à barbárie. Pois, depois de seguidas reclamações de fome e sede, este povo chegou a ameaçar o homem de Deus, Moisés, que por sua vez desabafou com Deus dizendo: “quase fui apedrejado”! Quando não sabemos esperar, precisamos aprender. Pois, como diz a música: “Basta confiar, saber esperar e Ele, Deus agirá”!

2. ATITUDE DE MOISÉS. Moisés, diante da revolta do povo, poderia “tirar o corpo fora”, poderia se unir ao povo e também se revoltar contra Deus, poderia fugir e ainda desistir de sua missão. Porém, diante de toda a crise vivida corpo a corpo com o povo, Moisés recorreu a Deus e abriu o seu coração, perguntando o que deveria fazer. Moisés tem duas grandes e admiráveis atitudes. Primeiro, no desespero ele pede socorro para o Senhor. E depois, ouve e obedece o que Deus ordena. Com esta atitude, Moisés nos ensina a crermos que Deus está no comando e no governo da nossa vida.

3. ATITUDE DE DEUS. Mais uma vez, o Senhor Se revela como Aquele que ouve o nosso clamor e não esquece e nem desdenha nenhum gemido da nossa alma. Deus ouve Moisés. Deus compreende Moisés. Deus dá uma resposta para Moisés, indicando para onde ir, o que fazer e como fazer. Orienta, inclusive, que Moisés bata com a vara na rocha, que dela brotará água. E ainda, Deus dá uma garantia para Moisés dizendo: “eu estarei lá adiante, na frente, esperando por vocês. Eu estou contigo Moisés”! Esta é a certeza que nos anima. A certeza de que o Senhor está conosco. Ele acompanha os nossos passos!

Queridos irmãos e irmãs, continuemos a nossa caminhada quaresmal com esta certeza: o Senhor não nos abandona. Mas, pelo contrário, nas lágrimas e sorrisos da vida, o Senhor sempre está conosco!

Que o Senhor Bom Jesus continue abençoando você e toda a sua família!!!

 

Pe. Silvio Andrei

Pároco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *