2
Publicado 27/02/2015 por Bom Jesus de Pirapora em Palavra do Pároco
 
 

Senhor, Tu Podes!

“Eu quero. Fica curado.” (Mc 1,41)

 

 

Queridos Leitores do nosso Boletim Paroquial “Voz do Bom Jesus”.

Queridos paroquianos e romeiros!

 

Continuamos a nossa caminhada quaresmal, que é um grande retiro espiritual, onde temos a oportunidade de cultivar uma profunda intimidade com o Senhor Bom Jesus. Neste tempo abençoado, podemos ouvir a voz do Bom Jesus dentro do nosso coração. E podemos falar também com muita confiança sobre nossos medos e esperanças.

O tempo da quaresma nos convida ao jejum, à oração e à penitência. Mas, toda e qualquer prática quaresmal precisa ser uma manifestação do amor que está na nossa alma. Tudo será mais fecundo se for fruto do amor. Estas práticas nos ajudam a renovar a nossa fé. A fé que recebemos no dia do nosso batismo é uma chama ardente que precisa estar sempre acesa. Podemos renovar a nossa fé a cada instante e a cada encontro com o Senhor.

No Evangelho de São Marcos encontramos vários encontros de diversas pessoas, nas mais variadas situações com o Senhor. É muito inspirador contemplar o encontro do leproso com o Senhor Bom Jesus. Vale à pena lembrar que o leproso no tempo de Jesus não tinha voz e nem vez. Era visto como um amaldiçoado. Tinha que andar com o cabelo despenteado, com a barba sem fazer, com as roupas rasgadas e gritando: “impuro! Impuro!”. O leproso não podia ter convivência social. Pelo contrário, tinha que viver isolado, escondido, longe de tudo e longe de todos.

O leproso que aparece no início do Evangelho de São Marcos  é para nós um grande exemplo. Ele tinha tudo para fugir de Jesus, para não falar com Jesus. No entanto, ele tem três atitudes que abrem as portas da esperança para nós, e consegue três respostas surpreendentes de Jesus.

O leproso vai atrás de Jesus. Ajoelha-se diante de Jesus e proclama a fé no poder de Jesus. Muitas vezes, nas nossas dores, angústias e noites traiçoeiras, nos escondemos, nos fechamos, nos intimidamos. Às vezes, até nos revoltamos contra tudo e contra todos. Chegamos a pensar que não adianta lutar, tentar ou recomeçar. Mas, este homem com todo o seu drama, nos mostra e nos ensina que há sempre uma possibilidade, quando nos refugiamos no Senhor.

Jesus, por Sua vez, estende a mão, toca nele e diz: “fica curado”. Jesus revela a misericórdia do Alto, não tendo medo de socorrer, tocar nas feridas humanas e purificar aqueles que estão machucados e feridos ao longo do caminho. O Senhor estendendo a mão, repete com Seus gestos o que Ele mesmo disse: “eis que estarei convosco todos os dias até o fim do mundo” (Mt 28,20).

Não tenhamos receio de nos aproximar do Senhor nas horas mais tristes e mais felizes da nossa vida. O Senhor sempre nos acolhe, nos ouve e de alguma maneira nos ajuda a continuarmos caminhando com passos firmes e seguros nesta longa estrada da vida.

Que o Senhor Bom Jesus continue abençoando a todos nós e a nossa família!

Pe. Silvio Andrei Rodrigues

Pároco do Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus

Pirapora do Bom Jesus – SP